Data do show:
16/10/2004
Bandas:
Vortex, Brutal Butchery, Posthumous, Osculum Obscenum, Sextrash
Local:
Dusk Bar - São José/SC
Por:
Carrascu (20/10/2004)
 
SEXTRASH
 
Uma noite inesquecível para o povo underground de Floripa! Já era de se esperar, mas mesmo assim foi além do esperado o dia 16 de novembro no Dusk Bar, que com certeza é o melhor bar de Florianópolis para tocar Metal Extremo! Altos pico, grande cabe muita gente, dois andares, paredes pintadas com capas de CD's como Kreator, Destruction, Death e etc, banheiros limpos, ventilação interna, tudo muito bem organizado!
O show foi adiado uma vez que era pra ser no dia 9, uma semana antes, e no cartaz dizia que além do clássico Sextrash mais 3 bandas fariam sua abertura, a Osculum Obscenum, Brutal Butchery e Posthumous. Mas na hora uma surpresa, a banda Vortex sobe ao palco, uma vez que esta banda iria tocar no dia 25 do mês anterior mas por problemas particulares de um dos integrantes da banda não foi possível tocar, mas compensaram essa falta nesse dia! Um som muito diferente do que se ouve por ae, com uma bateria eletrônica a banda executava um estilo de som difícil de se definir, mas gira em torno de partes Death, muito pesadas, com muito de industrial em suas músicas, até onde eu percebi todas da própria Vortex. Os caras mandaram muito bem, mostrando uma presença de palco dos três integrantes muito foda, realmente impolgante, rendendo muitos comentários bons do pessoal presente. Esse show começou por volta das 23:30 e logo após o seu término sobe ao palco a banda de Death/Grind Brutal Butchery, da Palhoça/SC. Vi alguns shows desses caras quando era ainda a antiga formação, e confesso que achava legal o som deles mas agora, com a nova formação, o show deles melhorou muito, demonstrando um Death Metal muito agressivo e rápido, com vocais cavernosos e os trampos nas cordas muito sujos e agressivos, a bateria continua a mesma sendo que algumas vezes,, principalmente nas partes mais "grind", a caixa desaparecia um pouco, mostrando um pouco de "falta de pique" do baterista, mas de resto o cara mandou bem, a aparelhagem do local ajudou muito e os caras fizeram um show muito fudido, levantando a galera presente. Após ao ótimo show da Brutal Butchery, sobe ao palco a banda Posthumous, de Criciúma/SC, executando um Death Metal simples, sem muitas inovações, mas assim mesmo fazendo um show muito bom, os caras mandam bem no que fazem. Confesso que fiquei surpreso quando vi no cartaz o logo deles, pois até então eu não tinha mais ouvido falar da banda, até imaginava que essa tinha dado uma parada, mas não, estão aí e destruindo tudo em cima do palco. Não posso dizer quanto tempo eles tocaram, pois tive que sair e quando voltei a banda de Black Metal de São José/SC Osculum Obscenum já estava tocando.
Essa é uma grande revelação no cenário nacional dentro do estilo, após seu excelente CD "Body Hurting Art" lançado no mês passado e que rendeu muitos comentários positivos na mídia especializada, a Osculum vem fazendo fudidos shows e reunindo uma puta galera por onde toca, ao vivo os caras executam um Black Metal rápido, brutal e sujo. Em todos seus shows o vocalista se corta em cima do palco, e também rolou o clássico da banda "Eu sou Jesus Cristo, cuspam em mim" e a galera que ali quebrava tudo jorrava catarros no cara.
O show deles só não foi o melhor da noite pois logo após subia ao palco nada mais nada menos que uma das bandas mais fudidas de todos os tempos no cenário brasileiro. Sextrash sobe ao palco, um momento histórico para o Dusk, um show muito esperado por poucos que conheciam a banda, mas esses fãs estavam muito afoitos a espera do show desses caras, que não era de se surpreender foi altamente destruidor! Tocaram muitas músicas do Funeral Serenades e algumas da Sexual Carnage e do novo trampo dos caras que vem por ae em breve. A roda na frente do palco foi muito violenta, o que ajudou mais ainda na presença de palco dos caras, vendo aquela galera quebrando tudo e reconhecendo clássicos como "Wind Assassin", "Jack the Ripper" entre outros clássicos e também nas músicas novas que estão brutais como por exemplo a "Fuck em All". Não sei quanto tempo eles tocaram, mas pra mim pareceu que foi por 5 minutos, de tão foda que estava! A galera com certeza queria mais, pois nunca imaginava ver Sextrash tocando por aqui, depois de muitos anos parados. O show foi inesquecível, quem não foi pode ficar se mordendo por dentro pois perdeu um dos melhores shows dos últimos anos que já rolou nessa cidade. Espero que depois do lançamento do novo trampo dos caras, eles apareçam por aqui denovo, pois nunca é demais vê-los destruindo tudo lá em cima!
No final das contas, mais ou menos umas 400 pessoas privilegiadas presenciaram todos os 5 shows da noite, que foram altamente brutais, sem nenhum tipo de decepção, muito pelo contrário, uma noite extremamente animal! Noite essa que mostrou pra muita gente que o Dusk é, sem sombra de dúvidas, o bar mais promissor dessa cidade, onde a esperança de ver grandes bandas do cenário nacional e até internacional aumenta muito depois dessa grande prova que foi de trazer o Sextrash. Já podemos contar com grandes shows nessa cidade, e muitos deles já estão agendados, é só o pessoal comparecer para alimentar ainda mais as esperanças de fudidos shows nesse grande pico que está se tornando o Dusk!
 
 
Por Carrascu (20/10/2004)
 

Parceiros