O Infamous Glory começou suas atividades em 1999, na cidade de São Paulo. Desde então, vem praticando um Death Metal poderoso e com muitos lançamentos. O último foi o split Bvrial Breed, com os conterrâneos do The Black Coffins e que já entrou em várias listas como um dos melhores cd’s de 2011. A formação atual consiste em Leandro D. (baixista e vocalista), Augusto  (guitarras), G. Piza (bateria) e o guitarrista e vocalista Kexo, que conversou com o site.

Entrevista feita por Andr Arruda e publicada no dia 25/02/2012
Andr Arruda: No final do ano passado (2011) saiu o novo trabalho de vocês, Bvrial Breed, split CD com a banda The Black Coffins. Fale um pouco sobre esse lançamento, desde o início da conversa com a outra banda participante, a produção do disco e a repercussão do trabalho.
Kexo: Cara o split tem ido muito bem, o pessoal tem curtido bastante e tem tido uma aceitação bem legal! A ideia de juntar o Infamous com o Coffins foi totalmente natural uma vez que somos todos amigos de longa data. O guitar deles, J. Martins foi guitarra do Infamous por 6 anos. Acompanhei o Coffins desde os primeiros ensaios e quando eles vieram falar comigo sobre produzir o EP deles na hora eu já lancei a ideia de fazer um split, pois o Infamous tinha alguns sons guardados. Então todos brindamos e tomamos uma cerveja selando nosso pacto! (ahaha)
Andr Arruda: O CD novo teve uma arte gráfica animal, feito pelo Vberkvlt (Sunn O))), Wolves in the Throne Room, etc). Eu sempre gostei da arte dos CD’s anteriores, como que foi/é essa construção? E de onde surgiu a ideia de homenagear com um cover a banda Life is a Lie (R.I.P.)?
Kexo: Bom no caso do split toda a idealização da arte foi coisa do Vakka (vocalista do Coffins). Ele mantem um blog chamado "Intervalo Banger" e fez uma entrevista com o Vberkvlt, através desse contato ele que agilizou a liberação do desenho pra nossa arte. E o próprio Vakka fez a montagem para a arte do split. No nosso CD, "Deathstrike Revenge" quem fez a arte foi nosso baixista Leandro D. a partir de uma ideia que eu tive assistindo o filme "Pieces". Sobre o cover do Life is a Lie foi o seguinte, no ano passado eu tentei organizar um Tributo a banda. Sempre fomos ótimos amigos e o Life is a Lie sempre nos ajudou muito, então quis prestar esse "agradecimento" pela nossa amizade e tudo mais. A ideia não foi pra frente por falta de tempo e não consegui as bandas que queria pra fazer parte desse tributo. Só que a nossa versão para "O novo pagão" já estava gravada então resolvi inclui-la na nossa parte do split.
Andr Arruda: Pena que não rolou esse tributo, LIAL era foda! Inclusive em 2007 no Obscene Extreme os caras representaram vocês tocando com uma camiseta da Infamous, não foi? Voltando aos discos, a produção do Deathstrike já estava muito boa, com as músicas bem nítidas, mas com aquela pegada pesada. Mas o resultado final do Bvrial Breed ficou excelente, acredito que melhor que a do Will To Dismember. Como ocorreram as mudanças do Deathstrike Revenge e dos trabalhos anteriores para o álbum novo? Você acredita que hoje em dia está mais fácil fazer uma gravação boa ou ainda está complicado para as bandas?
Kexo: Cara é uma pena mesmo, quem sabe mais pra frente role o tributo ou eu convença eles a voltarem aos palcos, ja tentei várias vezes hahaha. Sim o Léo cantou com uma peita do Infamous foi um puta orgulho! Valeu pelos elogios as gravações do Infamous, tanto no "Will To Dismember" como na nossa parte do Split eu gravei tudo aqui em casa mesmo com o equipo que estava disponível, muita força de vontade e muitos testes resultaram em algo bem próximo do que eu imaginava mesmo, principalmente em timbres de guitarra. Quando estávamos gravando o EP "Will to Dismember" que faz parte do disco "Deathstrike Revenge" eu ainda estava estudando esse lance de gravação e produção musical, hoje em dia eu trabalho com isso juntamente com meu parceiro Kiko no "Estúdio Improviso". Acho que pela "democratização" da informação e de softwares através de internet ficou mais fácil sim fazer uma gravação. A própria banda pode correr atras de um programa e um tutorial de como ligar as coisas e gravar, eu mesmo comecei assim. Se a gravação vai sair boa ou não são outros quinhentos. Ai vai de quem esta gravando e da proposta da gravação. Em muitos casos uma gravação "ruim" pode ser crucial pra proposta do som e do clima que a banda quer passar. Esse tipo de coisa não depende só de equipamentos, claro que bons equipamentos ajudam e MUITO, mas acho que o mais importante é a sensibilidade de quem esta pilotando a gravação para com a banda e o estilo gravado. E a noção de "se virar nos 30" pra resolver algum pepino para chegar ao resultado desejado, ou bem perto dele a partir do equipamento que tem disponível.
Andr Arruda: Desde 2010 a formação da banda está estável, porém a banda já tem 13 anos e já passou por algumas mudanças. Como você está na banda desde sua formação em 1999, chegou a acompanhar o que os ex-integrantes estão fazendo? A banda mantém contato com o pessoal, eles estão em outras bandas? E vocês da Infamous também tem projetos paralelos? Eu tenho uma K7 aqui em casa da Shall Suffer The Eclipse que eu comprei faz muito tempo e esse era um trampo seu me parece, só lançasse aquele material?
Kexo: Tenho contato com todos os ex membros sim, somos todos grandes amigos até hoje. Bem, o J. Martins toca no Coffins e numa banda de hardcore chamada Ngtiv. O primeiro guitarrista, hoje toca na banda de Hard Rock Pink Dolls e o primeiro baixista Pedro desencanou da música e hoje só quer saber de ganhar dinheiro hahahah. O primeiro batera Frank participou de muitas bandas desde que largou as baquetas do Infamous, inclusive como vocalista na volta do Anthares e hoje leva um projeto de "one man´s band" de stoner chamado Eletrical Room. Bem eu sempre tive muitos projetos, digo, sempre toquei em muitas bandas ao mesmo tempo hehe atualmente eu e o Augusto também tocamos na banda de Death/Grind Horns of Venus. Ainda arrisco as baquetas na banda de Funeral Doom, Abske Fides. Cara muito foda que você tem essa K7, sim foi meu único lançamento infelizmente. Na real o Shall Suffer era pra ser só uma brincadeira e o cara da Alastor Rex quis lançar e eu mandei bala. Na época não pensava em continuar o projeto. Foi algo mais como um tributo, gosto muito do Black Metal norueguês da primeira metade dos anos 90 e quis gravar algo naquela linha. Em 2006, eu acho, eu tentei lançar algo novo, cheguei a gravar 6 sons novos mas sem ninguém pra lançar as músicas ficaram engavetadas até hoje.
Andr Arruda: Voltando aos trabalhos lançados, agora com toda essa questão polêmica de tomar SOPA e soltar PIPA que está no mundo hoje, comente sobre o porque da banda disponibilizar todos os CD’s no site oficial (www.infamousglory.com), inclusive o split novo? Quais distros ainda tem os álbuns antigos em formatos físicos para compra?
Kexo: Depois que a internet permitiu a troca de arquivos com uma velocidade aceitável muita gente começou a perder dinheiro e ir a falência. O lance é que agora os engravatados tão forçando algum meio de regulamentar a internet nos moldes antigos da economia, e isso nunca vai dar certo. Nós colocamos todos os discos pra baixar no site porque eu acredito que o mais importante é difundir nosso som saca!? Seria hipócrita se eu obrigasse o pessoal e comprar nosso material sempre, sendo que eu baixo músicas também. Acho que tem que ser natural, se o cara curtir nosso som e achar que deve nos apoiar, ele que procure agente ou uma loja e compre o CD, mas damos a opção dele ouvir de graça antes, mesmo porque disponibilizando na net você atinge um publico muito maior, o publico do mundo inteiro hehe. Outro motivo pelo qual colocamos todos os discos pra baixar é porque muita gente nos pedia as demos mais antigas que não temos mais elas em estado físico, ainda mais em k7 ai achamos que era um jeito legal de deixar la pra quem quer ouvir isso. Disponível pra venda tanto em selos como na nossa mão só os dois últimos materiais mesmo, o "Deathstrike Revenge" e o Split. Eles estão disponíveis com a banda mesmo ou nos selos Manicômio, Equivokke, Karasu Killer, Cospe Fogo e na Galeria do Rock aqui em São Paulo nas lojas Relics, Multilation e Paranoid.
Andr Arruda: Vocês tocaram em novembro de 2011 pela primeira vez no Rio Grande do Sul, como é que foi o evento? Como é a relação da banda com outros estados do Brasil? E como anda o movimento de shows em São Paulo?
Kexo: Na verdade foi a segunda vez que tocamos no RS. Tocamos no Storm Festival em São Leopoldo, e o show foi fodido cara! Temos muita amizade com o Léo (organizador do evento) e o pessoal da Decimator e Hammerfest. Foi muito bom encontrar esses velhos amigos. Tocamos la com a banda A Sorrowfull Dream e com a Hammerfest. Os caras do Hammerfest apavoraram com um Death Metal suéco muito bem feito e bem tocado, ficamos surpresos mesmo muito fodido! Nossa relação é ótima queremos tocar em todos eles e isso só não acontece pela questão da grana. Nem todo show fora do estado temos uma relação mais franca com o organizador pra que se rache as despesas ou coisa do tipo, então ou a gente não tem dinheiro, ou os caras não tem, ou os dois e ai nada acontece (hehehe).
Andr Arruda: Da primeira vez foi no Storm também não é? Falando agora no futuro da banda, quais são os planos em curto e longo prazo?
Kexo: Sim da primeira vez tocamos no Storm também. Mas fizemos um show antes em Porto Alegre na sexta-feira. Cara os planos pro futuro são lançar o disco que estamos gravando, que seria nosso primeiro disco full mesmo de inéditas que provavelmente vai se chamar "Bloodfeast" (o Deathstrike é uma junção de dois EPs que contém algumas regravações de demos antigas). E queremos tocar mais longe, ir pro norte e nordeste e pra lugares que ainda não fomos tocar. Estamos vendo alguns contatos para uma possível turnê pra fora a médio prazo.
Andr Arruda: Cara, gostaria de agradecer pela entrevista. Foi uma conversa muito boa e a Goregrinder.net fica muito feliz pela sua participação representando o fudido Infamous Glory. Desejo vida longa à banda e deixo esse espaço livre para você escrever qualquer coisa que quiser. Obrigado e até mais!
Kexo: Cara eu que queria agradecer o espaço e o interesse no nosso barulho!! Valeu mesmo!! E quem ficou curioso ai da uma olhada no nosso site que la tem tudo nosso pra baixar, e os links pras páginas do Facebook, Myspace e o canal do YouTube. www.infamousglory.com
Compartilhar

Envie seu comentário sobre essa matéria!

Nome:
E-mail:
Texto:
=

Parceiros