A Drowned é uma das bandas mais consideradas no cenário nacional atualmente. Aqui nesta entrevista, Rodrigo Nunes, baixista da banda mineira de Death Metal, nos conta a história da banda que já tem quase 10 anos e comenta sobre seus trabalhos lançados, shows e etc.

Entrevista feita por Carrascu e publicada no dia 04/09/2003
Carrascu: Para começar, nos conte um pouco sobre a história da Drowned, suas mudanças, o porque do nome, os acontecimentos entre os anos de 1994 e 1998 até a banda conseguir uma formação mais sólida para começar as suas atividades e etc.
Rodrigo: Bom, a banda teve inicio em 94 mas nessa época era mais uma brincadeira. A coisa ficou séria mesmo em 98 quando se juntaram eu (Rodrigo), o Fernando, Marcos, Thiago e Beto. A partir dai começamos a trabalhar muito e esse trabalho resultou na nossa primeira demo, "Where Dark and Light Divide...". Depois disso o Thiago saiu da banda para se dedicar a tatuagem e em seu lugar entrou o Rafael e desde então a formação continua a mesma. O nome Drowned foi tirado de uma música do Entombed.
Carrascu: Em 2000 a banda sofre uma mudança, saiu o guitarrista Thiago Rodrigues e no seu lugar entrou Rafael Porto. Qual foi o motivo da saída do Thiago e se essa mudança influenciou na composição do primeiro CD da Drowned?
Rodrigo: Como eu disse acima o Thiago saiu para se dedicar totalmente ao seu trabalho. Ele é um excelente tatuador e estava ficando dificil conciliar as duas coisas. Com certeza a mudança influenciou nas nossas composições. A maioria das músicas já estavam prontas para o "Bonegrinder" mas ainda houve participação do Rafael em algumas delas.
Carrascu: Como foram as gravações do "Bonegrinder"? Quais experiências você sobtiveram na gravação e divulgação do debut CD da Drowned?
Rodrigo: A gravação foi bem tranquila. Gravamos no mesmo estúdio onde tinhamos gravado a demo, então já conheciamos o pessoal, o equipamento, enfim... foi tudo muito tranqüilo. Quanto à divulgação, ficou toda por conta da nossa gravadora, a Cogumelo. Então não tivemos nenhum trabalho com isso.
Carrascu: Com um ótimo material lançado a banda segue para a sua primeira turnê brasileira tocando em várias cidades. Como foram esses shows? Nos conte as experiências que vocês adquiriram nestes eventos e em quais cidades do sul do Brasil vocês tocaram?
Rodrigo: A tour é a melhor parte para o Drowned !!! Fomos muito bem recebidos por onde passamos !! No sul, já tivemos a oportunidade de tocar em Maringá, Curitiba e Porto Alegre. Esperamos que no próximo cd possamos voltar a essas cidades e também outras.
Carrascu: Vocês tiveram divulgação desse CD no exterior também. Como foram as críticas referente ao "Bonegrinder" vinda da mídia underground internacional? Vocês receberam convites ou planejaram alguma turnê lá fora?
Rodrigo: As criticas foram excelentes, ficamos realmente surpresos com a aceitação do nosso trabalho. Pensamos sim, em uma tour no exterior mas vimos que ainda não era a hora. Tinhamos muito para mostrar ainda no Brasil e quando formos para o exterior, pretendemos ir com uma estrutura melhor.
Carrascu: Agora voltando mais pra nossa cena. Ultimamente está sendo cada vez mais difícil de montar shows com bandas de outros estados, e as vezes até mesmo com as locais, pelo menos aqui em Florianópolis/SC a dificuldade de lugar e público é grande. A cena ultimamente anda sendo muito "invadida" por essa moda do "New metal" e outras porcarias da mídia podre. Por outro lado, estão aparecendo mais shows de bandas gringas no nosso país. Como vocês enxergam a cena underground brasileira hoje em dia? Vocês concordam com este ponto de vista de que o brasileiro anda apoiando mais as bandas de fora do que as nacionais ainda? O que vocês tem sentido nos shows com relação a esse assunto?
Rodrigo: Na verdade fiquei surpreso com o que você disse!!!!! O que tenho visto por aqui, pelo norte e nordeste é justamente o contrário!!!!!! Vejo a cena crescendo e se profissionalizando a cada dia!!!! Claro que ainda falta muita coisa, mas basta você dar uma olhada em quantas bandas já fizeram uma tour pelo norte e nordeste que você vai perceber o que estou dizendo. Já existe bons organizadores de shows em várias cidades o que já possibilita um circuito legal de shows.
Carrascu: Quais são as influências dos integrantes da Drowned? Qual é a relação entre as influências e o som criado pela banda?
Rodrigo: Dizemos que nossa influência é o metal!!!! Porém posso dizer que temos uma preferência pelo Thrash, heavy tradicional e o death metal. Nosso som então reflete essas influências.
Carrascu: Tive a oportunidade de ouvir o mais recente álbum de vocês, e gostei muito! Porém achei que o "Butchery Age" é meio que uma extensão do"Bonegrinder". Ainda não pude pegar o CD e ouvi-lo mais algumas vezes para ter certeza, mas o que vocês tem a dizer do "Butchery Age" em comparação aos discos anteriores da Drowned?
Rodrigo: É verdade! O "Butchery Age" é uma extensão do nosso trabalho!!!! Aliás, posso adiantar que todos os nossos cd´s vão manter esse nosso estilo. Vamos estar sempre procurando fazer um cd melhor que o outro porém o estilo nunca vai mudar!!!
Carrascu: No Brasil temos muitas bandas excelentes e cada vez mais bandas novas vem aparecendo no nosso cenário. Quais bandas nacionais tu destacaria como influência para muitas outras bandas e quais bandas novas tu considera revelação nacional?
Rodrigo: Poxa, pergunta dificil pois existem muitas bandas boas no Brasil mas vou citar algumas, com certeza vão ficar faltando muitos nomes...  Chakal, Witchhammer, Sarcófago, Korzus, Dominus Praelii, Disgrace and Terror, Torture Squad, Absolute Disgrace, Mastervoid, Distraught, Krisiun, Mad Dragzter, Executer, Nervochaos, Flashover, Claustrofobia, Rhestus, Siecrist, Zênite e muitas outras.
Carrascu: Bom, a entrevista acaba aqui e como de costume este espaço fica para seus comentários finais. Obrigado pela entrevista, e que a Drowned continue seu ótimo trabalho até então! Valeu!
Rodrigo: Nós é que agradecemos o espaço!!! Vamos apoiar o metal nacional !!!! Leiam zines, vá aos shows, comprem cd´s e demos... só assim nos tornaremos mais fortes!!!!
Contatos:
Caixa Postal 1829 - AC: BH Shopping
Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 30.331-970
e-mail: drowned@drowned.com.br
Home Page: http://www.drowned.com.br
Compartilhar

Envie seu comentário sobre essa matéria!

Nome:
E-mail:
Texto:
=

Parceiros