CHAOS INC - Let The Chaos Begin
Neste EP temos uma breve amostragem do que esta banda de São Paulo/SP, formada no recente 2008, tem a oferecer para o metal extremo nacional no futuro. Composta por Daniel Koervo (bateria), Zozi e Maicon Alves (guitarras) e James (baixo e vocal), o Chaos Inc nos apresenta neste play uma sonoridade que mescla um Death Metal de corte mais tradicional com elementos mais modernos. Tudo muito bem executado e produzido, o que, de cara, chama a atenção e torna-se um destaque para este material. Tudo é perfeitamente audível e está no lugar certo, ao menos para um auditório diletante (no qual eu mesmo me encaixo). Até aqui, neste primeiro contato, o que me desagrada é o fato de o material para download não conter nenhum anexo com maiores informações sobre a banda, uma foto de divulgação, letras, etc. Tudo isso poderia ser bem alojado em um pdf único, sem maiores custos de espaço e trabalho. A arte da capa é bem simples, onde temos apenas um logo estilizado. Em se tratando da parte musical, propriamente dita, este EP ‘Let The Chaos Begin’, lançado de forma independente em 2010, conta com 4 sons, embora uma delas seja uma intro. Na primeira faixa, temos ‘Slaves to God’ que fornece uma ótima abertura para o play, combinando velocidade com uma levada mais ‘grooveada’, à lá Cannibal Corpse da primeira fase. Muito legal esse som e com uma complexidade e feeling irrepreensíveis. ‘March to Chaos’ é a segunda faixa e trata-se da intro referida. Bem climática e funciona como antessala para o terceiro som, chamado ‘The Hunter’. Neste temos um início bem interessante e que flerta com o Thrash de um Sepultura, por exemplo. É a música mais longa do EP e mantém o ritmo, com uma excelente composição. A última música chama-se ‘Tormentor’ e é introduzida com uma sonoridade bem Grind. Com a audição desse material, podemos perceber que a identidade da banda se encontra na maneira muito profissional e natural que parecem mesclar diferentes andamentos e gerar complexidade para as composições. Sinto, no entanto, que para esse som, embora ele não soe uniforme e reto de jeito algum, umas sincopadas aqui e ali fariam uma diferença interessante.

Tera, 24 de Janeiro de 2012
Por: Alex Neundorf
Divulgue!

Envie seu comentário sobre essa matéria!

Nome:
E-mail:
Texto:
=

Parceiros