Banda/Artista: Kremate
Título: Death: In The Name Of...
Lançamento: Force Majeure Records
Ano: 2005
Resenha por Kristian Derosa
Publicada no dia 19/07/2007
O Kremate consegue ser original sem perder a referência, coisa difícil de se encontrar em bandas nacionais. Na verdade, o conservadorismo desse grupo de São Paulo, que já tem 10 anos de existência, é a maior das suas virtudes. Com influências que passam por bandas como Metallica, Megadeth, Exodus, Testament, Anthrax, Slayer e o thrash metal dos 80 em geral, o Kremate envolve e empolga qualquer um que tenha ouvido este som e saiba o que significou o thrash metal para as primeiras gerações de headbangers.

Death: In the name of… é o primeiro album do Kremate relançado. Devido o sucesso do primeiro lançamento que na época foram prensadas somente 120 cópias, o selo brasileiro Force Majeure Records decidiu repetir a dose com uma espécie de “segunda edição” da obra prima dessa banda de Osasco (SP) com outro nome e nova capa.

Com competência e profissionalismo que resultaram em um trabalho de excelente qualidade final, este lançamento é sem dúvida um honroso tributo ao thrash autêntico e, se não está entre os melhores do thrash nacional, é porque este se encontra corrompido por modismos passageiros. O sangue que circula nos rifs, solos e baterias do Kremate é o da pura inspiração thrash e nos faz lembrar que talvez o thrash seja ainda o único estilo de metal realmente agressivo.

Não é só a guitarra e a bateria que chamam a atenção no apelo tradicionalista headbanger dessa banda, mas todo o conjunto das músicas e o resultado do empenho criativo em prol da agressividade. Como todo bom thrash, rápido e sem viruoses que tiram o peso e aborrecem ou pesos desmedidos reforçados inutilmente com toques excessivamente caóticos e exagerados. O velho e bom thrash é, sem dúvida, o mais completo e quem curte este som acredita que a agressividade deste estilo é a mais sincera.

A capa e o encarte são de ótima qualidade demonstrando grande cuidado e dedicação por parte dos envolvidos na produção. Até mesmo a ilustração de capa remete aos anos de ouro do thrash metal que parece, ao menos nas mãos do Kremate, muito longe de desaparecer.
Tracklist:
  1. After Storm (Intro)
  2. Today Is Like 1940
  3. The Same Old Shit
  4. Like A Nife
  5. Messenger Of Lies
  6. A Man Without A Life
  7. Watch The End
  8. Buried Law
  9. Born Dead
  10. R.I.P. (Rot In Pain)
  11. The Killing Toys
Compartilhar

Envie seu comentário sobre essa notícia!

Nome:
E-mail:
Texto:
=

Parceiros