Banda/Artista: Dark Celebration
Título: Indicium
Lançamento: Independente
Ano: 2005
Contatos: André Lazzarotto
Rua José Carlos de Anflor, 600
Bairro Kayser
CEP 95096-300
Caxias do Sul - RS

darkcelebration666@hotmail.com
darkcelebration@via-rs.net
Resenha por Kristian Derosa
Publicada no dia 08/07/2006
Indicium é uma verdadeira celebração ao metal. Todo o peso, melodia e agressividade desse trabalho de 2004 mostra um pouco do que transformou o Dark Celebration em uma das mais expoentes bandas de metal extremo no Sul do país. Indicium é o segundo trabalho gravado pela banda de Caxias do Sul e demonstra uma qualidade impecável na produção. Desde o rigor empregado na escolha de timbres destruidores, passando pela maturidade das composições, o lançamento dessa promo marcou o final de 2004 com uma pequena amostra da nova fase do Dark Celebration.
Com o prenúncio da primeira faixa, Ocularis Infernum, o que mais chama a atenção são as guitarras infernais de André e Rodrigo N. que mostram extrema coesão, mescladas à criatividade que já se desenhava nos primeiros trabalhos da banda. Os excelentes arranjos executados pela dupla de guitarristas é uma amostra do peso unido à melodia e a influencia de um death metal melódico dá um toque a mais no black executado por eles. A sincronia entre os dois pode ser conferida principalmente em momentos como em Legacy of Fire, mas, de um modo geral, todo o CD contém essa característica. A técnica de ‘guitarra dupla’ foi muito usada neste trabalho e poderia ter beirado o excesso, o que seria pouco aconselhável, devido ao teor de agressividade que os músicos se propuseram a apresentar. No entanto, isso ficou longe de comprometer esse objetivo. Houve integração entre melodia e agressividade, principalmente por conta dos novos vocais de Daniel que deram o clima de caos que a turma quis dar.
Exceto pela melodia dos vocais, que ora se torna um tanto forçada e estranha com o restante da música, essa é uma das tantas bandas que fazem uma composição original.
A notável demonstração de criatividade nas guitarras, contudo, não ofuscou o brilho do trabalho da cozinha, tripulada pelos insanos Wendel (baixo e vocais) e Rodrigo F. (bateria). A excelente produção desse disco dá conta de mostrar detalhes que muitas vezes, em produções menos elaboradas não se percebe, devido às equalizações equivocadas ou ruídos inoportunos (o que pode acontecer mesmo em grandes produções do metal extremo regional e nacional). Os bumbos precisos de Rodrigo são sempre audíveis e temperam a agressividade do som do Celebration sob o peso e a marcação serrada do baixista Wendel.
A personalidade e a maturidade desse trabalho não surpreendem os fãs mais antigos das composições do Dark Celebration, tendo como única crítica possível, o número reduzido de músicas (apenas cinco, enquanto que em Damned Be Thy Name, eram oito). Mas isso é de fato compreensível por se tratar de uma promo, diferente do lançamento anterior.
A qualidade sonora e musical de Indicium só faz com que haja maior expectativa quanto a um próximo lançamento e marca o grande êxito dos músicos em produzir um trabalho de qualidade internacional.
A apresentação gráfica de Indicium faz referencia justa ao conteúdo do CD. A qualidade parece ter sido a grande preocupação da banda e da produção envolvida neste lançamento que foi, com certeza, vitoriosa em uma produção de cinco meses (segundo o site oficial da banda). Resta-nos esperar o que vem por aí.
Tracklist:
  1. Oculars Infernum
  2. Legacy Of Fire
  3. Sulphur
  4. Razors Dance (In Indicium Infernali)
  5. Seck Song - Symphony Of The Dark
Compartilhar

Envie seu comentário sobre essa notícia!

Nome:
E-mail:
Texto:
=

Parceiros