Banda/Artista: Obscuri Tronos
Título: The Time Of Truth
Lançamento: Independente
Ano: 2004
Contatos: Rua Curupaiti, 277 apto. 902 bl. 2 Engenho de Dentro
CEP: 20735-320 - Rio de Janeiro/RJ
Fones: (21) 2593-1923 ou 8139-5595 (Julio Cesar)
Email: jcfi@click21.com.br (Julio) ou ignor@click21.com.br (Igor)
Site oficial:
Resenha por Filipi
Publicada no dia 24/10/2005
Horda Carioca formada em 2001 com line-up Marduk (V), Armers (G), Belphegor (B) e Akanthus (d, também baterista do Berkaial (RJ)), possui até então somente esta demo com o titulo de The Time of Truth (2004).

A demo possui 7 faixas. Começando com a 01- Intro (We are the Warriors of Satan) que apesar de possuir 21 segundos foi muito bem colocada sem frescuras você já consegue sentir o intuito da demo com ventos mesclados com trovões e sons de cavalgadas dando inicio a musica de nome da Horda. 02- Obscuri Tronos começa com riffs seguindo a bateria alternada (caixa/bumbo) típico de bandas 80´s de black metal. O vocal no estilo gutural rasgado começa aos 24 segundos dando ritmo aos riffs inicial que dura até 01m38seg onde chama mais atenção da musica e mostrando o estilo da banda que se torna ao longo das outras faixas. 03-Processing Hate, também já de inicio o clássico riff junto à bateria alternada, mas com umas mudanças de bate estaca e já dando inicio ao seu estilo focalizado fortes gritos e criticas ao cristianismo. 04- Impure Souls é o ponto alto do CD em questão de bates estacas. Percebe-se também o baixo bem destacado mesmo estando acompanhando os riffs de guitarra, aos 01m37seg temos uma pausa onde indicado com o berro de uma nova mudança para uma bateria mais simples, mas deixando marcante os riffs em seguida continuam as notas com algumas alternâncias e vindo à bateria mais agressiva e no tempo dando mudança também no vocal ficando mais rasgado e finalizando com términos de tempos. 05- The Time of Truth, com o nome intitulado da demo demonstra a capacidade que uma boa harmonia não necessita de velocidade agressiva aos 3:34 começa a perceber o bom trabalho do bumbo duplo com acompanhamento dos pratos para marcar tempo e também repassados com bate estacas que lembram reforçam os primeiros riffs de musica. 06- My Dark Desires, grande cover bem tocado do Dark Funeral para quem não conhece do 1º CD Dark Funeral de 1994. Bem executada e no começo percebe-se que o tempo está um pouco mais rápido que a do primeiro CD, se vê então que foi realmente para ficar parecido com a versão do The Secrets Of The Black Arts (1996) embora o vocal ficar nitidamente parecido com a 1ª versão pela questão de estar um pouco mais grave e também pelo o back vocal sair bem destacado na parte do "My Dark Desires", percebido nas diferenças. O baixo se destaca bastante no refrão "Satan - take my soul to hell I must burn in the unholy flames...” coisa que você realmente não se desfruta Na musica nos 2 CDS do Dark Funeral, inclusive no ao vivo. Depois disso a banda deixou de falar o vocal de fundo "If I start murdering people... there would be non of you left” que tem aos 2:53 da música original, mas com certeza foi por opção. 07- The Time Of Truth (live), 08-Obscuri Thronos (live), a horda carioca colocou na demo 2 musicas ao vivo e com certeza no intuito de demonstrar o diferencial. A aclamação do público você nota no final e inicio das musicas é claro que ninguém é retardado de colocar microfones para insanos fãns, muito bem gravado e demonstra o grande potencial que a horda tem ao vivo, principalmente Akanthus(d) que sem dúvida demonstra sua grande habilidade em questão de tempo e segurar os bate estacas, que é o grande fantasma de bateristas de bandas extremas. Marduk (V) deixou bem destacado o vocal. Armers (G) e Belphegor (B) fazem seu papel como no CD, só achei o baixo um pouco alto em certas partes do CD.

Arte Gráfica: A capa é sempre o portal de entrada e convite para os que estão prestes a escutar um CD, e fizeram bem como na intro, com alguns trovões, 4 cavaleiros negros segurando cruzes invertidas (não sei se com intuito de mostrar o número de integrantes) em cima do nome da Demo que é cortada com um Raio que sai do logo até o nome "The time of Truth". Por dentro, em tons roxo e preto, encontra-se o nome dos integrantes, dedicações, local de gravação e contato. Faltaram realmente as letras na contra capa.

Geral: O som está bem gravado e mixado, só o baixo que ficou um pouco alto em algumas partes, mas com certeza com intuito de se destacar, pois ele estava na linha certinha com a guitarra. O vocal é muito bom rasgado e agressivo, alguns leigos escutariam o CD e notariam a insistência nas palavras como Satan e Jesus Christi, se não fossem contar que 2 musicas se repetem por ser ao vivo. Guitarras e Baixo seguem a mesma linha, mas com poucas alternâncias na guitarra, é quando o baixo se destaca por estar um pouco mais alto em algumas partes. Eu diria que fãns de Dissection (tempo mais cru), os primeiros do Dark Funeral e Marduk, irão curtir muito o CD. São bandas como o Obscuri Tronos que demonstram que solo não é algo necessário para fazer um bom som, agressivo e bem tocado.
Tracklist:
  1. Intro (We are the Warriors of Satan)
  2. Obscuri Tronos
  3. Processing Hate
  4. Impure Souls
  5. The Time of Truth
  6. My Dark Desires (Dark Funeral Cover)
  7. The Time of Truth (Live)
  8. Obscuri Tronos (Live)
Compartilhar
Mais sobre:

Envie seu comentário sobre essa notícia!

Nome:
E-mail:
Texto:
=

Parceiros